30 de abril de 2007

"A Lenda de S. João", por Artur R. Coutinho



Diziam que S. João era um local de passagem para Santiago de Compostela e, ao mesmo tempo, ponto de paragem e descanso de todos os outros que por lá passavam, como por exemplo carreteiros.

Verificava-se, então, que, quando os carreteiros passavam em frente à porta lateral da Capela (lado direito), os animais estacavam e não passavam dali para a frente. Então, por ordem de Frei Bartolomeu dos Mártires, mandaram fechar a pedra a referida porta, para aquilo que não se verificasse mais, assim como o desvio do caminho que estava junto a esta.

A partir daí, a porta só foi aberta novamente há cerca de 20 anos.


COUTINHO, Artur Rodrigues, "Mosaicos da Serra D'Arga", Viana do Castelo, 1997. p. 139.

1 comentário:

Pedro Garcia disse...

Bom dia!´
gostava de adquirir o livro CEREJEIRA, Domingos - "Memórias da Serra d'Arga", (2003).
Como posso fazê-lo?
Obrigado!
meu mail
pedroalbertogarcia@gmail.com